Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Castilho - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Castilho - SP
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
SET
26
26 SET 2022
ASSISTÊNCIA SOCIAL
CAMPANHAS OFICIAIS
EDUCAÇÃO
FUNDO SOCIAL
GABINETE DO PREFEITO
PARCERIAS
SAÚDE
232 visualizações
Simpósio de “Valorização da vida” promove amplo debate sobre prevenção ao suicídio
enviar para um amigo
receba notícias

Representantes de quase toda a sociedade organizada e até mesmo grêmios estudantis participaram ativamente do Ciclo de Palestras com profissionais altamente capacitados

Um público estimado em 350 pessoas compareceu ao anfiteatro do CIEC na manhã de sexta-feira passada (23) para participar do I Simpósio Municipal focado em Saúde Mental e Prevenção ao Suicídio. Para falar sobre o tema, a programação conduzida em conjunto pelas Secretarias de Educação, Cultura e Desporto, Assistência Social e Cidadania, Fundo Social de Solidariedade e Saúde e Vigilância Epidemiológica, trouxe ao Castilho cinco palestrantes que abordaram o assunto de diferentes pontos de vista, mas todos destacando a atenção necessária que as pessoas próximas devem ter a comportamentos e atitudes cotidianas que podem indicar o risco de alguém ceifar a própria vida.

A principal fala neste sentido foi da psiquiatra Priscila Raquel Salomão de Oliveira Neves, especializada na área pela Associação Brasileira de Psiquiatria. Ela apontou os principais fatores associados ao suicídio no Brasil, sempre lembrando que o olhar atento daqueles que convivem com estas pessoas em situação de risco, pode ajudar a salvá-las.

Depois dela foi a vez do delegado da DISE de Andradina, Marcelo da Silva Zompero, que ressaltou principalmente a necessidade de “falar sobre o problema e escutar atentamente” aqueles que estejam passando por dificuldades potencializadoras de um possível suicídio.

Numa sociedade onde é mais fácil conversar com as pessoas através de mensagens e áudios de celular, isso se tornou um grande desafio. Estamos cada vez mais conectados e, ao mesmo tempo, emocionalmente afastados daqueles para os quais deveríamos estar mais presentes”, alertou.

Representando o CVV (Centro de Valorização da Vida) de Andradina, o advogado e professor Sérgio Nunes reforçou as palavras de Zompero, falando sobre a importância da escuta ativa e destacando o papel preventivo desempenhado pelo CVV em toda a região. Ele também aproveitou para explicar o perfil de um voluntário do grupo e como os interessados podem fazer para receber treinamento e atuar no atendimento daqueles que recorrem ao CVV em busca de apoio emocional.

A quarta palestrante do dia foi a dirigente regional de Educação, Selênia Silvia Witter de Melo, que apresentou uma abordagem focada no contexto educacional, ressaltando que todo o corpo escolar deve estar atento a sinais motivadores, como o bullying, falta de estrutura familiar, baixa aceitação do indivíduo em grupos e automutilação, por exemplo. Segundo ela, o educador precisa desenvolver essa percepção aguçada para orientar os estudantes e encaminhá-los para atendimento especializado quando necessário.

Encerrando o ciclo de palestras, o Padre Paulo Sérgio Martins, da paróquia São José, de Castilho, tratou o assunto sob o ponto de vista filosófico e religioso, destacando que até mesmo Jesus passou por vários momentos de crise emocional e soube pedir ajuda sempre que necessário.

PARTICIPAÇÃO POPULAR - No decorrer das palestras, os participantes puderam anotar suas dúvidas sobre os temas abordados e encaminhá-las aos mediadores Sidnei Ferreira e Emilene Zaguetti, que as direcionaram aos palestrantes durante um breve debate final sobre o tema.

Bastante elogiado pela iniciativa de abordar o tema com toda a sociedade e pela escolha de cada um dos palestrantes, o prefeito Paulo Boaventura aproveitou para anunciar que a Prefeitura já está estruturando o espaço que será destinado ao Poupa Tempo de Castilho, reservando também uma sala para que o CVV possa se instalar e desenvolver suas ações preventivas dentro do próprio município. Outra importante ação anunciada pelo Chefe do Executivo Municipal é a instalação do CAPS - Centro de Atenção Psicossocial, cuja planta está passando pelos últimos ajustes para início da construção.

Estas são ferramentas importantes para auxiliar este trabalho que já é desenvolvido hoje em várias esferas de nosso Governo, mas cuja eficiência será ainda maior com estas duas novas ferramentas de atendimento à população. Esta Administração tem sim, essa preocupação e sensibilidade quanto à necessidade de Valorização da Vida”, afirmou Boaventura em meio a muitas palmas de todos os presentes.

O I Simpósio Municipal sobre “Valorização da Vida” contou com a presença de profissionais de Saúde de todas as áreas, do Hospital, do Asilo Betel, equipes técnicas da Assistência Social, Conselho Tutelar, dirigentes, coordenadores, educadores e alunos das redes municipal e estadual de ensino, Vereadores, imprensa e população interessada no assunto.

O Simpósio de sexta passada foi mais uma das várias ações desenvolvidas pelo Município de Castilho neste mês dedicado especialmente à Prevenção do Suicídio e de Valorização da Vida.

Fonte: Secretaria de Administração
Autor: Assessoria de Gabinete
Local: Anfiteatro do CIEC - Centro Integrado de Educação e Cultura
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia