Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Castilho - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Castilho - SP
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
02
02 OUT 2021
430 visualizações
Prefeitura envia força tarefa para avaliação de danos após vendaval em Castilho
PROCESSANDO ÁUDIO
Três grupos de três secretarias verificaram condições de estradas e propriedades da zona rural. Sete famílias tiveram grandes prejuízos.
Os fortes ventos que atingiram Castilho na tarde da última sexta-feira, dia 01 de outubro, não causaram apenas espanto nos cidadãos, desacostumados a ver uma enorme nuvem de poeira sobre a cidade, apesar de ansiosos pela chegada da chuva, o que se viu, foi um misto de alívio (pela chegada da chuva) e apreensão (devido aos fortes ventos). Estragos foram vistos em diversos bairros da cidade, e mediante esta situação, a Prefeitura Municipal de Castilho organizou uma força-tarefa para, primeiramente, realizar uma levantamento de todos os prejuízos causados pela ventania.

A Secretaria de Assistência Social e Cidadania, a Secretaria de Obras e a Secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Turismo. Estradas estavam bloqueadas por árvores que já foram retiradas. Segundo informações da assistente social, Graciele Ap. Rocha, a Gal, sete famílias castilhenses nos assentamentos tiveram prejuízos mais graves como destelhamento, queda de cômodos entre outras perdas.

Além da assistente social Gal, também fizeram parte da força-tarefa, o Secretário de Obras, Fabio Poonte, o engenheiro Willian Calestini, os psicólogos Bruno e Vanessa, o engenheiro agrônomo, Diogo Morais, a coordenadora do CRAS, Vivian, a assistente social Elzinha e o funcionário do Obras, Vadinho.
"Nós montamos três grupos, e nos dividimos para fazer uma varredura em toda a zona rural, onde constatamos sete famílias com situação emergencial. Nós levamos lonas e outros equipamentos para um atendimento primário, mas retornaremos na próxima segunda-feira (04), com um atendimento mais detalhado", destacou a assistente social.

O prefeito Paulo Boaventura, já designou outros membros da Administração Municipal, para avaliar as perdas e danos causados pelo fenômeno, e aguarda um retorno para as medidas mais cabíveis para a situação.

 
"É uma situação de calamidade, mas nós do Poder Público, não vamos nos furtar às nossas obrigações, e vamos prestar o atendimento necessário ao nosso cidadão", enfatizou o prefeito.

 
Fonte: ASSCOM
Autor: Ygor Andrade
Seta
Versão do Sistema: 3.1.5 - 04/10/2021
Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia