Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Castilho - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal de Castilho - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUL
06
06 JUL 2023
ADMINISTRAÇÃO
FAZENDA
FINANÇAS
GABINETE DO PREFEITO
PLANEJAMENTO ECONÔMICO
571 visualizações
Prefeito e vereadores de Castilho apoiam luta da AMUSUH para cidade não perder receita de aproximadamente R$ 18 MILHÕES
enviar para um amigo
receba notícias

Membro da diretoria da AMUSUH (Associação Nacional dos Municípios Sedes de Usinas Hidroelétricas e Alagados), o prefeito Paulo Duarte Boaventura cumpre intensa agenda em Brasília para defender Castilho contra a PEC 45. Prestes a ser votada no Congresso Nacional, com o objetivo de promover mudanças no Sistema Tributário do País, ESTA MEDIDA PODE REDUZIR EM ATÉ R$ 18 MILHÕES a receita do Município castilhense.

 Viemos mostrar aos deputados a realidade dos Municípios. A reforma não é muito positiva para Castilho pois perderemos recursos significativos ”, destacou Paulinho. Acompanhado dos vereadores Daniel Batista de Oliveira e Itamar Vieira, o Chefe do Executivo manteve contato com vários congressistas, líderes, deputados federais e técnicos de gabinete visando mobilizá-los em favor das cidades ameaçadas desse grande prejuízo.

Outro prefeito da região que participa de agenda na capital do país é Otávio Gomes, prefeito de Ilha Solteira e presidente da AMUSUH. Esta associação representa mais de 730 municípios brasileiros.

Segundo Paulo Boaventura, a PEC 45 é uma iniciativa do Congresso Nacional onde tramita desde 2019. Porém, essa discussão é antiga.

 Visitamos principalmente lideranças que sejam favoráveis a não aceitação dessas medidas. Nosso objetivo aqui é assegurar os recursos de direito. A gente espera não perder dinheiro, para não deixar de oferecer serviços à comunidade ”, destacou Paulinho.

A projeção de perdas foi levantada por meio de estudos técnicos feitos pela AMUSUH com participação de auditores e de especialistas em valores adicionados do país. O resultado desse estudo mostra o grande impacto da extinção de valor adicionado proposto na PEC 45.

 Isso vai gerar um impacto monstruoso para os Municípios produtores de energia hidroelétrica. Das 1.100 cidades a serem diretamente atingidas com esses impactos, algumas vão perder de 80% a 90% de sua cota parte. Por isso a importância da mobilização dos prefeitos ”, finaliza o estudo da AMUSUH.

[ASSISTA ABAIXO A LIVE transmitida ontem (05), diretamente de Brasília, pelo prefeito Paulo e demais autoridades]

Fonte: Gabinete do Poder Executivo
Autor: AsCom - Assessoria de Comunicação Social
Local: Brasília
Vídeo Vinculado
06/07/2023
Prefeito e vereadores de Castilho apoiam luta da AMUSUH para cidade não perder milhões em receita
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia