Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Castilho - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal de Castilho - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAI
17
17 MAI 2023
AGENDA CULTURAL
CAMPANHAS OFICIAIS
CREAS - CENTRO DE REFERÊNCIA ESPECIALIZADO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL
CULTURA
DATAS COMEMORATIVAS
EDUCAÇÃO
PARCERIAS
SECRETARIAS
1215 visualizações
Maio Laranja leva teatro às escolas para falar sobre Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes
enviar para um amigo
receba notícias

Iniciativa do Governo Municipal encabeçada pela Secretaria de Assistência Social e executada pelo CREAS, conta com apoio da Rede Municipal de Ensino para trabalhar o tema com aproximadamente 1600 alunos de 1º ao 5º ano na cidade e zona rural

 

Nesta quinta-feira, dia 18 de maio, o Brasil volta sua atenção para uma campanha que ganha mais força a cada novo ano: o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. O avanço da campanha levou centenas de cidades brasileiras a classificarem todo este mês como Maio Laranja, programando uma série de atividade para discutir e aprofundar o tema com a sociedade e, sobretudo, orientar crianças e adolescentes para se prevenirem e multiplicarem informações.

Em Castilho, uma nova parceria entre as secretarias de Assistência Social (SASC) e Educação, decidiu abordar o tema através da arte teatral, apresentando aos estudantes matriculados do 1º ao 5º ano das principais escolas municipais, a peça “A Flor, a Palhacinha e o Jardineiro”.

O público-alvo são aproximadamente 1.600 alunos das escolas “dr. Youssef Neif Kassab” (Centro), “Professor Mauro Roberto Manoel” (Laranjeiras), “Maria Bandeira” (São Luiz), “Dijanira Bozzo Jorge” (Nova York) e “Maria Dauria” (Jupiá), que começaram a receber o espetáculo nesta terça-feira (16). De acordo com o cronograma, a turnê por estas cinco unidades escolares terminará por volta das 09h desta quinta-feira, que é justamente o ‘Dia D’ da campanha contra o Abuso e a Exploração Sexual.

A secretária municipal de Educação, Silvânia Cintra, informou que o tema também tem sido trabalhado dentro das escolas castilhenses pelos professores, profissionais de Saúde e da Assistência Social, visando reforçar o diagnóstico de situações de risco e o fortalecimento dos laços familiares através da denúncia de quaisquer sinais de abuso.

Segundo a secretária de Assistência Social Raquel da Silva Jorge Gregolin, a escolha da peça foi liderada pela Assistente Social Tassiane Beatriz de Souza Silva – do CREAS, que desenvolve este trabalho primordial de prevenção e conscientização sobre os mais variados temas, tanto dentro das escolas, quanto junto à comunidade.

O espetáculo é focado especificamente no público infantojuvenil e trabalha a questão do abuso sexual de forma interativa e com grande participação das crianças, que deixam o pátio de suas respectivas escolas com as mensagens preventivas fixadas na cabeça de forma lúdica e eficiente”, justificou Tassiane sobre a escolha da peça.

A produção cênica é da Companhia “Teatro de Coroas”, criado em 2011 na cidade de Valparaíso por um grupo de coroinhas da Igreja Católica. Desde seu nascimento, a trupe se apresentou em dezenas de cidades dentro e fora do Estado, mantendo forte relação com temas sociais de grande importância como este da exploração sexual infantojuvenil, assim como trabalhos sobre a violência contra mulheres e também contra pessoas idosas.

O espetáculo “A Flor, a Palhacinha e o Jardineiro” tem aproximadamente 50 minutos de duração e é marcado pela forte participação da plateia durante toda a apresentação. O grupo é formado pelas atrizes: Bianca Reis, Ana Tomochigue e Letícia Chellis. A direção da peça é do professor Fabrício Samuel.

Fonte: SASC - Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania
Autor: Assessoria de Gabinete
Local: Rede Municipal de Ensino
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia