Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Castilho - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Castilho - SP
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
FEV
26
26 FEV 2022
CULTURA
EDUCAÇÃO
328 visualizações
Alunos do “Maria Dauria” dão visual comemorativo e muito criativo em espaços de lazer da escola
enviar para um amigo
receba notícias

Iniciativa integra parte da intensa programação daquela escola para celebrar o Centenário da Semana de Arte Moderna, que tem ações programadas para todo o ano de 2022

Lançado oficialmente na sexta-feira passada, dia 18, o PROJETO CENTENÁRIO DA SEMANA DE ARTE MODERNA mobilizou todos os alunos, professores e até funcionários da Escola “Maria Dauria”.

Detalhe interessante é que a aplicação das atividades, quase coincidiu com a ‘Semana de Arte Moderna de 1922’, que aconteceu entre os dias 13 e 17 de fevereiro, reunindo um grupo de artistas brasileiros que apresentaram ao público uma “arte nova”, inspirada nas vanguardas européias. Entre os grandes nomes brasileiros que fizeram parte deste marco cultural brasileiro, estavam os escritores Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Menotti Del Pichia, os pintores Di Cavalcante e Anita Malfatti, o escultor Victor Brecheret e o compositor Heitor Villa Lobos. Juntos, eles e outros transformaram o Teatro Municipal de São Paulo, num verdadeiro palco da liberdade artística Brasileira.

Foi a partir desse evento que apresentou a liberdade de expressão para diversos outros artistas, que a arte genuinamente brasileira começou a ser produzida e reconhecida no mundo inteiro. Por isso, apresentar os efeitos desse evento para a comunidade da escola ‘Maria Dauria’ é de suma importância para a preservação da cultura e da identidade do povo brasileiro. E nada mais oportuno do que fazer isso agora, já que o centenário da Semana de Arte Moderna é comemorado neste ano de 2022. Agora, a nossa tarefa enquanto educadores, é colocar nossos alunos ‘frente-a-frente’ com a evolução da arte brasileira, fazendo eles vivenciarem em suas próprias reproduções, a ascensão de diversos artistas nacionais pelo mundo afora”, explicou a entusiasmada diretora Luciene dos Santos.

Apesar de toda programação que ocupou a agenda escolar ao longo da semana, a chuva repentina que caiu naquela manhã de sexta-feira (18), adiou os planos dos professores de arte de iniciarem os trabalhos na área externa, dedicada ao lazer dos estudantes.

Ontem (25), o projeto Centenário da Semana de Arte Moderna teve então a sua segunda etapa, cujo lançamento foi acompanhado pessoalmente pela Secretária Municipal de Educação – Silvânia Cintra, pela Secretária Adjunta - Valéria Santos, e pela 1ª Dama do Município e também professora, Edileuza Boaventura.

Sob a orientação da professora Fernanda Lopes Cerchiari e da voluntária Lucineide Santos, os alunos de todas as salas de aula participaram em grupos sucessivos dos trabalhos de pintura dos bancos de concreto existentes nas áreas de lazer da escola.

Com a base de cada banco preparada, os alunos se dedicaram a transferir para os mesmos várias obras de nossos famosos Mário de Andrade (Macunaíma, 1928), Manuel Bandeira, Oswald de Andrade, e até mesmo a pintura “Festa Junina”, de Anita Malfatti.

Nossos alunos ficaram praticamente dois anos privados do convívio social com seus colegas e principalmente com a escola que é um dos principais pontos de referência de sua infância. Este projeto da ‘Semana de Arte Moderna’ nos deu os mecanismos necessários para trabalharmos estas duas competências, que são o lado emocional – reforçando vínculos entre alunos, professores e funcionários, e também do aprendizado e valorização das artes. Num futuro não muito distância, será esta lembrança de que eles ajudaram a transformar o ambiente escolar num espaço cultural atrativo e agradável aos olhos, além de muito educativo”, finalizou a professora Fernanda Cerchiari.

A 1ª Dama Edileuza ficou maravilhada com o projeto e resultados obtidos através da interação dos alunos e destacou a importância do Município incentivar e fornecer os meios necessários para que este processo educativo e de acesso à cultura se torne algo permanente nas escolas que compõem a rede municipal de ensino. Silvânia antecipou à 1ª Dama que ações semelhantes estão sendo desenvolvidas nas demais escolas municipais, que decidiram dedicar não apenas o mês de fevereiro, e sim todo o ano letivo de 2022, à celebração do Centenário da Semana de Arte Moderna:

Temos vários outros projetos semelhantes em andamento nas demais unidades escolares da nossa rede municipal de ensino e, também, em nossa Oficina de Dança, que está produzindo um espetáculo especialmente dedicado à Semana de Arte Moderna. Ou seja, teremos um ano inteiro de celebração dos maiores expoentes da nossa arte dentro e fora do ambiente escolar”, finalizou a secretária.

Fonte: Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto
Autor: Secretaria de Educação
Local: EMEIEF "Maria Dauria" (Jupiá)
Galerias de Fotos Vinculadas
26/02/2022
CENTENÁRIO DA SEMANA DE ARTE MODERNA DE 1922 - Maria Dauria
Seta
Versão do Sistema: 3.2.5 - 03/08/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia