Prefeitura retomará obras de revitalização da Estação Ferroviária

Projeto não terá adaptações. Licitação para escolha das empresas que executarão as obras, deve ser anunciada em breve.

Após uma interrupção de praticamente 04 anos, as obras de revitalização da Estação Ferroviária de Castilho serão retomadas pela Prefeitura. A autorização para reiniciar os trabalhos foi concedida pela Câmara de Vereadores em votação extraordinária realizada na última quinta-feira, dia 11 de março.

Na Justificativa enviada à Câmara, o prefeito Paulo Boaventura destacou aos vereadores que nenhuma alteração será feita no projeto original, que já havia sido aprovado tanto pelo Ministério Público Estadual quanto pelo Federal.

As obras incluem, além da estação, as duas antigas casas dos ferroviários, uma ampla área de lazer com pista para caminhadas e ciclismo, plantas ornamentais, gramado, bancos e iluminação da área localizada à esquerda, e também a Feira Livre do Produtor, Palco para atividades culturais e pavimentação, à direita da estrutura principal.

No total, a Prefeitura calcula que será necessário investir até R$ 1.348.210,00 para concluir o projeto que é um dos mais significativos resgates da história e cultura do município, oferecendo à comunidade um novo espaço de lazer e entretenimento para toda a família.

A maior parte destes recursos (pouco mais de R$ 1.2 milhão) é fruto de um acordo judicial do Programa de Compensação Ambiental, celebrado entre os Ministérios Públicos Federal e Estadual com a Cesp – Companhia Energética de São Paulo.

Como será necessário abrir nova Licitação para escolher as empresas que executarão as próximas etapas do projeto, a expectativa é que até o término deste ano, as obras tenham sido concluídas e o novo espaço seja entregue à população.

VISITA TÉCNICA – No final da tarde desta terça-feira, 16, o prefeito Paulo Boaventura reuniu uma equipe técnica composta pela assessora de Gestão em Turismo – Wânia Simões, o Secretário de Obras – Fábio Pontes, o gestor de Convênios – Marcos Lameu e também o Produtor Cultural Marcos Farinha. Juntos, eles visitaram o complexo de cultura e lazer para discutir o uso futuro de cada espaço.

Marcos Farinha, cujos projetos realizados em diferentes regiões do Estado e País contribuíram muito para uma visão mais ampla das possibilidades de uso racional dos espaços, colaborou muito com sugestões de ajustes tecnológicos para iluminação, exposições, criação de um museu permanente e várias outras dicas que despertaram o interesse de Paulo Boaventura e sua equipe.

“É muito importante e significativo ouvir as sugestões de um profissional renomado e filho de Castilho que, mesmo estando há tantos anos longe de casa, deseja contribuir com sua experiência para os projetos de desenvolvimento de nossa cidade. Marcos nos deu várias sugestões de uso dinâmico não apenas da Estação Ferroviária, área de lazer e casas dos ferroviários, mas também do prédio do CIEC, que planejamos reestruturar em breve para ampliar as opções de cultura e lazer de nossa população”, finalizou o prefeito.

Assessoria de Comunicação