Secretaria de Obras divulga cronograma de melhorias nas vias públicas rurais e urbanas

Para atender diferentes áreas do extenso território municipal, Prefeitura firmou novo acordo com a Viralcool visando recuperação da malha viária rural. Planejamento de melhorias também inclui diferentes ações no perímetro urbano 

Em sua mais recente parceria público-privada, a Secretaria Municipal de Obras de Castilho firmou acordo de cooperação mútua com a Viralcool – Açúcar e Álcool, para iniciar uma nova operação Tapa-buracos em várias estradas rurais do município. 

Os trabalhos tiveram início pela Vicinal SPV-9, estrada que demanda ao bairro ribeirinho Porto Independência, uma das principais rotas do turismo de pesca do município e onde está concentrada a maior oferta de pousadas castilhenses. 

Nesta parceria, a Prefeitura de Castilho fornece tanto a massa asfáltica para execução das correções quanto a fiscalização dos serviços. Em contrapartida, a Viralcool libera o caminhão que realiza o transporte da massa até a usina, e também os colaboradores/funcionários que executam os serviços. 

Os trabalhos foram iniciados há alguns dias e já estamos bastante adiantados no cronograma. Hoje [quinta-feira, 28], restam cerca de 1.600 metros para conclusão dos trabalhos nessa importante rota turística e comercial do município”, explica Fábio. 

A etapa seguinte do cronograma irá se concentrar na estrada SPV-8, que liga a área urbana de Castilho ao trevo da antiga Usina de Álcool Municipal e, dali, segue rumo ao trevo da Usina Viralcool. Levantamento realizado pela Secretaria de Obras mostra que esta área possui poucos trechos necessitando de reparos, o que deve contribuir para acelerar o processo de melhoria da malha viária. 

O terceiro alvo do cronograma é a recuperação da estrada municipal “Gabriel Boaventura” (antiga CTH-153), que demanda ao bairro Primavera. 

Este trecho pavimentado, apesar de pequeno, possui várias áreas realmente complicadas e carentes de atenção imediata, principalmente por transportar grande parte da produção rural de um dos primeiros e maiores assentamentos rurais da região até a cidade”, justifica o secretário. 

MELHORIAS TAMBÉM NA CIDADE 

Enquanto as equipes da Secretaria de Obras se desdobram para vencer os desafios de manter transitável a maior malha viária rural da região em pleno período de chuvas, a atenção necessária à área urbana não ficou esquecida. 

Segundo Fábio Pontes, a continuidade do cronograma será voltada ao perímetro urbano, iniciando já nas primeiras semanas deste mês de fevereiro, a operação Tapa-Buracos também nas vias públicas da cidade, passando por todos os bairros. 

Nesta próxima semana iniciaremos em parceria com a Secretaria de Saúde, o Arrastão de Limpeza Urbana para Combater a Dengue e consequentemente, outros insetos e animais que causam sérios problemas à saúde pública, como baratas, ratos, etc.. Esta ação conjunta acontece entre os dias 1 e 5 de fevereiro, em todos os bairros da cidade. Paralelamente, neste mesmo período, também iniciaremos a limpeza dos bueiros e das galerias de águas pluviais. A limpeza e desobstrução deles é extremamente urgente e necessária para evitar o aumento de pragas, manter as ruas livres de alagamentos e também do mau cheiro em dias muito quentes”, antecipou Fábio, acrescentando que a tarefa será feita com a equipe civil da própria Secretaria de Obras. 

Ainda falando sobre o controle de pragas e insetos, Fábio anunciou que estará se reunindo ou encaminhando Ofício aos diretores da concessionária Águas de Castilho, pedindo a eles que providenciem a limpeza e, se necessário, a dedetização das Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) localizadas nos bairros “Dezessete” e “Laranjeiras”. Neste final de semana, Fábio esteve pessoalmente visitando estes locais. 

ALTERAÇÕES PRÁTICAS 

Outra cobrança constante principalmente dos motoristas é quanto à necessidade de consertar as ‘bocas-de-lobo’ quebradas na grande maioria das ruas e avenidas de Castilho. 

Para resolver este problema e atender as reivindicações populares, a Secretaria de Obras já iniciou um mapeamento em toda a cidade para indicar o número exato, tipos de consertos e materiais necessários. Tão logo este levantamento termine, providenciaremos estes consertos”, garantiu o secretário. 

Um detalhe importante na questão dos reparos destas ‘bocas-de-lobo’ está relacionado à localização delas. De acordo com Fábio, a Secretaria de Obras fará um deslocamento desses bueiros que, atualmente, estão em sua maioria localizados nas esquinas. 

A localização desfavorável deles provoca muitas quebras, o que obriga a Prefeitura a gastar um dinheiro desnecessário com um tipo de manutenção que pode muito bem ser evitada. Por isso, vamos realocar todos aqueles que forem possível para uma distância lateral de 2 metros em relação à localização atual. Assim, reduzimos os riscos de quebra e concedemos mais segurança para todos”. 

Assessoria de Comunicação