Prefeita Fátima e comando da PM discutem nova sede do Pelotão

CASTILHO – Na tarde desta terça-feira,18, a Prefeita Fátima Nascimento recebeu em seu gabinete o comandante geral do 28º Batalhão da Polícia Militar, o tenente coronel Marcelo. A pauta da reunião foi a construção da nova sede do Pelotão da PM em Castilho. O comandante esteve acompanhado pelo 2° tenente PM Contel, 1° sargento PM De Souza (comandante em Castilho), 2° sargento PM Mattos e Sd PM Alencar (policial da cidade).

“Estamos dispostos a fazer essa parceria junto a Polícia. Além de ceder o terreno, também queremos construir o novo prédio seguindo o padrão da PM”, disse a Prefeita Fátima. “Não será difícil e com certeza teremos total respaldo da nossa Câmara de Vereadores”, completou.

A área para construção da nova sede é anexa ao CIEC (Centro Integrado de Educação e Cultura), e de frente à avenida Adnaldo Rodrigues de Medeiros. O prédio atual do pelotão está localizado no bairro Laranjeiras, mas que já não atende mais a demanda.

Nesta parceria, a Polícia Militar forneceria a planta do prédio, bem como o projeto hidráulico e elétrico. Por parte da Prefeitura ficaria a fundação e construção da obra. De acordo com o 2º tenente Contel, o custo estimado para este novo pelotão seguindo a estrutura arquitetônica da Polícia Militar será por volta de R$ 600 mil. 

“Vamos agilizar ao máximo para que este projeto saia do papel e seja concretizado ainda este ano”, definiu Fátima Nascimento.

CARNAVAL 2020 – Questionada pelo Tenente Coronel como seria o Carnaval deste ano, a Prefeita mais uma vez foi taxativa. “Não faremos o carnaval. Essa verba usaremos para reforma do ginásio de esportes como já foi anunciada”, explicou. A atitude da Chefe do Executivo foi bastante elogiada pelo comandante do 28º Batalhão. “O carnaval passa em apenas cinco dias, mas o investimento que a senhora fizer para o município vai durar por muito tempo”, opinou.

TÁTICO MÓVEL – Aproveitando o ensejo da reunião, Fátima Nascimento também pediu a possibilidade do comandante destinar um tático móvel para que ficasse fixo em Castilho. Ele falou que no momento está com dificuldades no efetivo para atender toda região, mas não descartou atender o pedido após março – assim que encerrar a operação verão.